XXX FEMUSOJA
Gravataí
Polícia encontra corpo de mulher que estava desaparecida em matagal de Gravataí
Corpo foi localizado perto de carro que, segundo o delegado do caso, Leonel Baldasso, era usado pelo cunhado da mulher. Os dois estavam desaparecidos desde terça (11), quando foram vistos pela última vez em Cachoeirinha.
13/09/2018 19h32
Por: Gilmar Machado
Fonte: G1 RS
Carro usado pelo cunhado foi encontrado nesta quinta-feira (13), em um matagal na localidade de Morungava, em Gravataí — Foto: Jonas Campos/RBS TV
Carro usado pelo cunhado foi encontrado nesta quinta-feira (13), em um matagal na localidade de Morungava, em Gravataí — Foto: Jonas Campos/RBS TV

A Polícia Civil encontrou na tarde desta quinta-feira (13) o corpo de Elaine Silva da Silva, que estava desaparecida desde a última terça-feira (11), em um matagal em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado responsável pelo caso, Leonel Baldasso, da 1ª Delegacia de Cachoeirinha.

De acordo com o delegado, o corpo foi encontrado próximo ao carro em que estava a vítima quando saiu de casa com o cunhado, Evandro Ferreira, na última vez em que foram vistos. O cunhado segue desaparecido e é considerado suspeito pela polícia.

Segundo a polícia, o carro do homem deu entrada em um motel em Gravataí, logo após ter deixado a residência. A polícia ainda investiga o que aconteceu depois.

O delegado diz que ainda não há informações sobre a forma com que a mulher teria sido morta. Foi constatada uma marca de uma pancada na sua cabeça. Segundo Baldasso, o corpo estava coberto por folhas.

Na última terça, Elaine, de 52 anos, e Evandro Ferreira, 42, saíram de casa, em Cachoeirinha, como de costume, por volta das 8h da manhã e não foram mais vistos. Eles viviam na mesma casa.

A irmã de Elaine e esposa de Evandro, Janete Silva, foi informada de que Elaine, que trabalha em uma revenda de carros da cidade, não teria aparecido no trabalho. Foi então que ela entrou em contato com o marido, que estava indo a curso profissionalizante em Gravataí, mas sem sucesso. Os dois faziam o trajeto juntos diariamente. Elaine morava no andar de cima com os pais e outra irmã. No andar inferior viviam Evandro, Janete e a filha, de 15 anos.

 
Elaine e Evandro estão desaparecidos desde a manhã de terça-feira (11) — Foto: Janete Silva/Arquivo PessoalElaine e Evandro estão desaparecidos desde a manhã de terça-feira (11) — Foto: Janete Silva/Arquivo Pessoal

Elaine e Evandro estão desaparecidos desde a manhã de terça-feira (11) — Foto: Janete Silva/Arquivo Pessoal

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.