XXX FEMUSOJA
CASO BERNARDO
CASO BERNARDO: Evandro Wirganovicz é posto em liberdade condicional
Benefício foi concedido na noite de segunda-feira, 25
26/03/2019 11h27Atualizado há 4 semanas
Por: Josoel Silvestre
Fonte: O Alto Uruguai
Foto: Leonardo Carlini/O Alto Uruguai
Foto: Leonardo Carlini/O Alto Uruguai

Foi concedida liberdade condicional para Evandro Wirganovicsz, sentenciado a nove anos e seis meses de prisão pelo homicídio e ocultação de cadáver de Bernardo Boldrini. O condenado foi solto na noite de segunda-feira, 25. A informação foi prestada pelo advogado Luiz Geraldo Gomes dos Santos, o qual atuou no processo de defesa do acusado.

Em contato com o Fórum de Três Passos, a assessoria da juíza Sucilene Engler Werle – a qual autorizou a liberdade – informou que, no entendimento da magistrada, Evandro cumpriu os requisitos básicos para o benefício. Dentre estes requisitos estão inclusos o objetivo (cumprimento de um terço da pena) e o subjetivo (bom comportamento carcerário).

Para a manutenção da condicional, Evandro precisa comprovar ocupação lícita e não mudar de residência sem autorização judicial. A cada três meses deve comparecer na Comarca de Frederico Westphalen para prestar contas das suas atividades.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.