XXX FEMUSOJA
SANTO AUGUSTO
Aluno fala em explodir prédio do IFFar em Santo Augusto
Estudante teria dito também que objetivo era matar crianças, negros e mulheres
25/03/2019 20h16
Por: Gilmar Machado
Fonte: Clic Portela
Direção suspendeu as aulas nesta tarde para a turma do 2º ano do curso técnico em Administração (Foto: Divulgação/IFFar)
Direção suspendeu as aulas nesta tarde para a turma do 2º ano do curso técnico em Administração (Foto: Divulgação/IFFar)

Poucas semanas após o ataque na escola estadual Raul Brasil, em Suzano/SP, que resultou na morte de dez pessoas entre colegiais e funcionários, uma ameaça de explosão levou pânico e desespero aos estudantes do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), de Santo Augusto.

Conforme o relato de uma aluna ao site Clic Portela, por volta do meio-dia desta segunda-feira (25), surgiu à conversa de que um estudante do 2º ano do curso técnico em Administração, natural de Crissiumal, tinha revelado a um colega, da mesma cidade, o desejo de explodir o prédio H do IFFar, onde funcionam a maioria das salas de aula, reunindo dezenas de pessoas diariamente.

Ainda, segundo a aluna ouvida por nossa reportagem, o estudante de Crissiumal teria dito que o objetivo era matar crianças, negros e mulheres. O assunto foi levado ao conhecimento da Direção de Ensino do IFFar, que acionou os pais do adolescente.

A aluna também contou que, em várias oportunidades, desde o ano passado, já foi visto o estudante manuseando uma faca, além de escrever frequentemente em seu caderno e na carteira escolar a palavra ‘suicídio’. – Muitas vezes, ele disse que não gostava da nossa turma. É um cara 'fechado'. Só conversa com os outros colegas na hora de fazer trabalho em grupo – relatou a aluna ouvida pelo site Clic Portela.

Em virtude do clima de medo decorrente da ameaça, as aulas foram suspensas na tarde de hoje para a turma do 2º ano do curso técnico em Administração.

O caso deverá ser investigado pela Polícia Federal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.