Terça, 20 de novembro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Região

03/09/2018 ás 14h57 - atualizada em 04/09/2018 ás 12h00

Gilmar Machado

Redentora / RS

BISPO COMPLETA 10 ANOS Á FRENTE DA DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN.
Cerimônia de posse ocorreu no dia 31 de agosto de 2008, com a Catedral Santo Antônio tomada de fiéis.
BISPO COMPLETA 10 ANOS Á FRENTE DA DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN.
Foto:Arquivo pessoal/Divulgação

Recebido por uma multidão de fiéis, que lotou a Catedral Santo Antônio na solenidade de sua posse, no dia 31 de agosto de 2008, dom Antonio Carlos Rossi Keller completou 10 anos à frente da Diocese de Frederico Westphalen. Substituto de dom Zeno Hastenteufel, que se transferiu em março de 2007, dom Antonio é o quarto bispo a assumir a diocese.“A história toda começou no dia 28 de maio de 2008, quando recebi uma chamada telefônica de Brasília. O Núncio Apostólico no Brasil, naquela época era dom Lorenzo Baldisseri, convocava-me urgentemente para viajar para a capital federal.No dia seguinte, viajei até lá e, na Nunciatura, ele entregou-me a carta, na qual o papa Bento XVI comunicava minha nomeação para a Diocese de FW. Naquele momento da minha aceitação veio a minha mente a figura inesquecível de dom Bruno Maldaner, nosso segundo bispo, a quem eu conhecera quando jovem seminarista, em São Paulo, e aprendera a admirar e a querer bem. São os caminhos da Providência”, recorda dom Antonio.


O anúncio da nomeação foi marcado para o dia 11 de junho, em pleno tríduo preparatório para a festa de Santo Antônio, padroeiro da paróquia do bairro do Limão, em São Paulo, por onde atuou como pároco por 22 anos. “Um misto de emoção, de tristeza e de alegria permeou aquela festa. Abria-se para a minha vida e a de minha querida comunidade paroquial, uma nova realidade”, conta.


Ordenação episcopal


Dom Antonio foi ordenado bispo no dia 2 de agosto de 2008, na Catedral da Sé, em São Paulo, em uma cerimônia inesquecível na vida do sacerdote. “A cerimônia de ordenação foi belíssima. Catedral cheia, especialmente marcada com a presença tanto de meus ex-paroquianos, como de grupos vindos da Diocese de FW. Muitos padres e seminaristas, especialmente meus alunos. Foi emocionante. Não posso esquecer de citar a presença de minha família, especialmente de minha mãe. Tenho gravada a cena da procissão da apresentação das oferendas. Entre diversos familiares, os passos trôpegos de minha mãe levando o cálice sagrado com a patena para o altar estão gravados no meu coração”, relembra.


De SP a FW – Os obstáculos no caminho e o gesto de amor a sua nova “casa”


Após a ordenação episcopal em São Paulo, dom Antonio seguiu firme na sua missão rumo a sua nova “casa”, em FW. Entretanto, o caminho até o solo da diocese não foi fácil. “Me recordo da viagem acidentada para a posse. Perdemo-nos no caminho. A previsão de chegada para a missa na catedral das 19 horas ficou longe de ser conseguida. Chegamos depois da meia-noite. Então, no trevo de Santa Lúcia (SC) esperava-nos o monsenhor, Luiz Dalla Costa, e o monsenhor, Leonir Fainello. Dali para frente vim no carro conduzido por Fainello. Pedi a ele que, apenas tendo atravessado a ponte do Rio Uruguai, já em território da diocese, parasse o carro. Descemos e pude beijar, ajoelhado, o solo desta igreja diocesana e fazer um breve momento de oração”, relata.


Posse em FW


A posse canônica no dia 31 de agosto contou com a presença de todos os bispos do Estado, incluindo dom Bruno Maldaner. “Mesmo já fragilizado, agradeço a Deus por ter tido a oportunidade de reencontrá-lo depois de tantos anos. Foi uma das minhas maiores alegrias”, revela.



Posse de dom Antônio Carlos, na Catedral Santo Antônio, foi divulgada em caderno especial do jornal AU do dia 06 de setembro de 2008

 Os 10 anos


Para dom Antônio, a década à frente dos trabalhos da diocese foram marcadas de muitas alegrias. “Nestes 10 anos, posso dizer que tudo foi graça de Deus. Muitas alegrias, inúmeras e incontáveis. O testemunho vivo dos nossos beatos padroeiros, Manuel e Adílio, o povo de Deus desta diocese, os padres, os religiosos, os seminaristas e tantas e tantas belas realidades que aqui encontrei. Enfrentamos juntos inúmeros desafios, mas Deus sempre esteve ao nosso lado. Agradecendo a Deus por estes 10 anos, peço a todos a caridade de suas orações”, finaliza.

FONTE: Gustavo Menegusso/O Alto Uruguai

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium