Quarta, 19 de dezembro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Saúde

28/08/2018 ás 14h05

Josoel Silvestre

Redentora / RS

Mortes por gripe sobem para 72 no Rio Grande do Sul
No total, foram confirmados 528 casos em 2018, sendo que a maioria é de H1N1.
Mortes por gripe sobem para 72 no Rio Grande do Sul
Vacina contra a gripe é ampliada para toda a população em Porto Alegre (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

O número de mortes por gripe no Rio Grande do Sul subiu para 72 em 2018, conforme boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde. Destas, 51 são por H1N1 e 11 são por H3N2. Cinco casos não foram subtipados, e outros cinco óbitos ocorreram por Influenza B.


A última atualização, na semana passada, registrou 67 vítimas da doença no estado este ano. Em cerca de um mês, o número de mortes por gripe no estado dobrou. Até 21 de julho, eram 32 óbitos. Em todo o ano passado, foram 440 casos e 48 mortes.


Conforme o boletim, 528 casos de gripe foram confirmados, principalmente em crianças com menos de 10 anos e adultos com mais de 50.


Porto Alegre é a cidade com mais registros, com 143 casos e nove mortes. Caxias do Sul, na Serra, registrou 59 casos e sete óbitos pela doença.


A previsão para 2018, segundo a Secretaria Estadual da Saúde, era que se repetisse o predomínio do vírus H3N2, seguido do vírus influenza B, como ocorreu na América do Norte. No entanto, no Brasil a predominância atual é do vírus H1N1 e, atualmente, no Rio Grande do Sul, a frequência de H1N1 ultrapassou a da H3N2, assim como ocorre no país.

FONTE: G1RS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium