Terça, 14 de agosto de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Esportes

23/07/2018 ás 22h11 - atualizada em 24/07/2018 ás 18h37

Josoel Silvestre

Redentora / RS

Inter supera ferrolho do Ceará, vence e sobe para o terceiro lugar
William Pottker foi o autor do gol solitário do jogo em noite fria no Beira-Rio
Inter supera ferrolho do Ceará, vence e sobe para o terceiro lugar
Pottker marcou o gol da vitória do Inter sobre o Ceará | Foto: Fabiano do Amaral

Em uma fria noite no estádio Beira-Rio, o Inter precisou suar para derrotar o Ceará, nesta segunda-feira, pela 14ª rodada do Brasileirão. Diante de um ferrolho montado pelo lanterna, a equipe colorada só conseguiu marcar no fim da partida, mas assegurou o 1 a 0 necessário para ampliar para dez jogos a série invicta na competição. William Pottker foi o artilheiro da noite.


Agora com 26 pontos e na terceira colocação, o Inter volta a campo na próxima quinta-feira, quando vai ao estádio Independência encarar o América-MG.


Primeiro tempo frio


Muita troca de passe, muita transpiração e pouca ou quase nada inspiração. Em linhas gerais, foi assim o primeiro tempo de Inter e Ceará numa noite fria no estádio Beira-Rio. Em boa parte do tempo, os colorados propuseram o jogo, mas o ferrolho cearense complicou as coisas no ataque.


Tanto é que só depois de dar um pouco de campo ao adversário é que a equipe de Odair Hellmann conseguiu criar seu primeiro chute a gol. Isso aos 30 minutos. Depois de uma falta cobrada por Edenilson, a zaga afastou mal e Nico, do bico da grande área, tentou uma conclusão cruzada, porém errou o alvo por centímetros.

Lance digno de emoção, entretanto, só veio sete minutos depois. Num lançamento de Patrick, William Pottker fez a parede na intermediária e a bola sobrou para Rossi. O atacante entrou na área pela ponta esquerda em alta velocidade e chutou forte, fazendo a bola explodir no travessão. Do outro lado de campo, Arthur, no minuto seguinte, acertou um chute da intermediária, defendido por Danilo Fernandes sem problemas.


D'Ale e Damião saem do banco e resolvem


Depois de um primeiro tempo gelado, o segundo começou com mais ações em campo. Com ambos os times buscando mais objetivamente o ataque, as chances – ainda que não muito claras – começaram a aparecer. Aos 6, Patrick completou de bicicleta o cruzamento, num chute que Éverson não teve grandes dificuldades pra segurar. No minuto seguinte, Juninho arriscou de fora da área.


Odair mudou aos 13, sacando Rossi e mandando a campo D'Alessandro. Mas só ele não foi suficiente para furar o ferrolho cearense, que voltou a se formar pouco antes da metade da etapa final. Então, o treinador chamou Leandro Damião para o lugar de Edenilson. Já no primeiro lance, ele desviou após cobrança de escanteio e exigiu defesa de Éverson.


A partida, porém, exigia paciência. Se a estrela de Odair não brilhou na hora, aos 30, deu liga. Pela esquerda, D'Alessandro levantou na área, Leandro Damião ajeitou e Nico López chutou rasteiro. Éverson chegou a buscar, mas deu rebote para William Pottker, que só empurrou antes de correr para o abraço.


Cinco minutos depois, quase que Leandro Damião deixou o dele. O centroavante recebeu livre na intermediária e resolveu testar o goleiro. A bomba do atacante foi espalmada por Éverson. Em seguida, Odair recompôs o meio-campo escalando Gabriel Dias na vaga de Nico. O Ceará, por sua vez, tentou se jogar ao ataque e até criou uma boa oportunidade aos 47, quando Arthur cabeceou na área e fazendo a bola passar perto do travessão de Danilo.

FONTE: Tiago Medina/Correio do Povo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium