Quarta, 17 de outubro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Economia

02/06/2018 ás 15h10

Josoel Silvestre

Redentora / RS

Após paralisação, 163 frigoríficos retomaram suas atividades
Cerca de 234 mil trabalhadores tiveram suspensos trabalhos de abate
Após paralisação, 163 frigoríficos retomaram suas atividades
Cerca de 234 mil trabalhadores tiveram suspensos trabalhos de abate | Foto: USP Imagens

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou que 163 unidades frigoríficas de todo o país reiniciaram suas atividades até a última sexta-feira. Balanço do dia 27 de maio apontava que 167 plantas frigoríficas estavam paradas, com mais de 234 mil trabalhadores com atividades suspensas. A expectativa da entidade é que todas as agroindústrias produtoras e processadoras da avicultura e da suinocultura voltem suas atividades até o fim da próxima semana.


As unidades frigoríficas de todo o país tiveram que suspender o abate e o processamento de animais em razão da paralisação dos caminhoneiros. Um dos problemas enfrentados foi a falta de ração para os animais. Segundo a ABPA, os prejuízos com a greve ultrapassam os R$ 3 bilhões, entre perdas de comercialização no mercado interno, animais mortos, custos logísticos e perdas de contrato na exportação.


A associação informou que a retomada do setor será feita de forma gradativa, mas que em 60 dias a produção deverá estar normalizada. Segundo a ABPA, pode ocorrer falta de produtos de aves, suínos e ovos nos postos de venda até que a produção e a distribuição sejam completamente restauradas.

FONTE: Agência Brasil

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium