Quarta, 17 de outubro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Esportes

31/05/2018 ás 09h33

Gilmar Machado

Redentora / RS

Grêmio pressiona, mas fica no empate sem gols com o Fluminense
Time do técnico Renato Portaluppi não conseguiu superar a marcação da equipe carioca
Grêmio pressiona, mas fica no empate sem gols com o Fluminense
 

Nem mesmo a dupla Everton e Luan fez o Grêmio superar a retranca do Fluminense. Embora tenha sido superior aos cariocas, o time de Renato Portaluppi não passou de um 0 a 0 na noite desta quarta-feira, na Arena. Com o resultado, a equipe caiu para o oitavo lugar no Brasileirão, afastando-se dos líderes do campeonato.


Foi com algumas surpresas que Renato anunciou a escalação gremista. A principal delas foi a ausência de Ramiro entre os titulares, justificada pelo desconforto muscular do meia, que ficou no banco e deu lugar a Lima. Outra mudança foi a entrada de Cícero na vaga de Jailson como volante.


Ainda assim, o Grêmio não perdeu velocidade na transição ofensiva e manteve seu bom toque de bola, apesar da má condição do gramado. A troca rápida de passes era necessária para buscar espaços contra mais um adversário que veio retrancado à Arena, armado pelo técnico Abel Braga com três zagueiros, no esquema 3-6-1.


Um bom exemplo da dinãmica do time ocorreu aos 7 minutos, quando Lima tabelou com André, recebeu de volta dentro da área e ajeitou de calcanhar para Luan, que não teve tempo suficiente para armar o chute. Outro recurso usado pelo Grêmio para buscar a infiltração na área eram os passes em profundidade de Maicon e Cícero, estes rebatidos pelos zagueiros do Fluminense.


O time de Renato também insistia em atacar pelo centro do campo. Aos 14, Everton recebeu a bola por ali e arriscou por cima do gol adversário. Dois minutos depois, foi a vez de Luan ingressar na área na base do drible, mas teve seu arremate bloqueado.


Com 73% de posse de bola, o Grêmio manteve a bola no campo adversário e criou bela chance aos 19, quando Lima achou Maicon dentro da área, que ajeitou para Luan concluir com perigo, por cima do gol de Julio César.


Depois de dois arremates de Lima e Cortez, o Grêmio teve golaço anulado aos 26 minutos. Foi quando Maicon achou André na área, que matou a bola no peito e mandou uma bicicleta no ângulo do Fluminense. O centroavante, no entanto, estava em posição irregular na hora do lançamento.


A melhor chance do Grêmio no primeiro tempo ocorreu aos 33 minutos, com o zagueiro Kannemann. Em escanteio curto cobrado por Luan, Maicon dominou ao lado da área e colocou a bola na cabeça do argentino, que desviou a centímetros do travessão. No total, foram 11 finalizações do Grêmio e nenhuma do Fluminense.


_ É só caprichar um pouquinho mais. Só nós estamos jogando e eles se defendendo _ avaliou o capitão Maicon no intervalo.


Sem mudanças para o segundo tempo, o Grêmio seguiu com o domínio da bola, mas tinha dificuldades para superar o ferrolho adversário. O Flu, no entanto, passou a especular o ataque. Em contragolpe rápido aos 9 minutos, Marlon cruzou da esquerda para Pedro, que cabeceou em cima de Kannemann. No rebote, o artilheiro do time de Abel errou a conclusão. No lance seguinte, o mesmo Pedro sentiu lesão muscular e teve de ser substituído por João Carlos.


Para furar a retranca do Flu, Renato mandou Pepê a campo na vaga de Lima. Aos 22, em jogada veloz, Luan lançou Everton, que puxou a bola para dentro e arriscou com perigo, à direita do gol adversário. Três minutos depois, o Fluminense teve ótima chance. Em falta cobrada por João Carlos, Renato Chaves desviou de cabeça e exigiu uma defesa de muito reflexo de Marcelo Grohe.


De imediato, o Grêmio respondeu com uma arrancada incrível de Everton. O Cebolinha disparou pela ponta esquerda, driblou Dodi e tentou encobrir Julio César. Mas a bola, caprichosamente, foi para fora. O camisa 11 teria outra chance aos 29: recebeu livre na área e mandou à direita do gol. Logo depois, André também cabeceou sozinho na área, mas para fora. Nos minutos finais, Renato ainda tentou apostar em Thonny Anderson e Thaciano para superar o Flu. Mas o time carioca mostrou resistência e deixou a Arena satisfeito com o empate.


BRASILEIRÃO — 8ª RODADA — 30/5/2018


GRÊMIO 0


Marcelo Grohe; Madson (Thaciano, 38'/2ºT), Bressan, Kannemann (A) e Cortez; (A) Maicon, Cícero, Lima (Pepê, 17'/2ºT), Luan e Everton; André (T. Anderson, 38'/2ºT).


Técnico: Renato Portaluppi.


FLUMINENSE 0


Julio César; Renato Chaves (A), Nathan (A) e Luan Peres; Gilberto (Mateus, 33'/2ºT), Richard, Sornoza (A), Dodi (Douglas, 30'/2ºT) (A), Jadson e Marlon; Pedro (João Carlos, 12'/2ºT).


Técnico: Abel Braga.


Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (SP), auxiliado por Alessandro Alvares Rocha de Matos (BA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP).


Público: 20.044 (18.194 pagantes).


Renda: R$ 510.968,00


Local: Arena do Grêmio.


PRÓXIMO JOGO — BRASILEIRÃO


DOMINGO, 3/6, 16H


BAHIA X GRÊMIO

FONTE: Gaúcha ZH

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium