Sexta, 14 de dezembro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Economia

12/12/2017 ás 09h59

Josoel Silvestre

Redentora / RS

Mais da metade dos prefeitos gaúchos reconhece dificuldade para fechar as contas de 2017
Mais da metade dos prefeitos gaúchos reconhece dificuldade para fechar as contas de 2017
Foto: Débora Szczesny (Famurs)
Para avaliar a saúde financeira das 497 prefeituras gaúchas, a Famurs – Federação das Associações dos Município do Rio Grande do Sul realizou uma pesquisa entre outubro e dezembro deste ano. Dos 453 prefeitos que responderam ao questionário, 244, ou 54% deles,  reconheceram estar com dificuldade para fechar as contas de 2017 até o último dia do ano.

 

Os dados foram apresentados ontem e mostram, ainda, que 92% dos municípios adotaram medidas de economia que passam pela redução de despesas administrativas, restrição de viagem, corte de horas-extras e até adoção de turno único.

 

A Famurs citou os R$ 540 milhões de verbas voltadas para a saúde que os municípios deixaram de receber do Estado entre 2014 e 2017.

 

Ainda conforme a federação, somente neste ano, as prefeituras registraram perdas superiores a R$ 242 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). No acumulado dos últimos seis anos, as prefeituras deixaram de receber R$ 1 bilhão e 600 milhões de reais com ICMS e FPM.

 

Neste ano, os prefeitos ficaram frustrados com os valores recebidos da Lei da Repatriação, que autorizou os contribuintes brasileiros a legalizar o dinheiro depositado no exterior. O programa federal de regularização de ativos, no período de abril a junho, rendeu bem menos do que o estimado, uma vez que os municípios do Rio Grande do Sul esperavam cerca de R$ 200 milhões, mas receberam cerca de R$ 24 milhões, representando aproximadamente 11% do que era previsto.

 

Percentual / Medidas de economia

82% Redução de despesas administrativas

73% Restrição de viagens e cursos

72% Corte de horas extra e diárias

45% Corte de verbas de publicidade

44% Corte de CCs, secretários e outros

40% Corte de serviços

37% Adoção de turno único

 

FONTE: GaúchaZH e Famurs

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium