Quinta, 23 de novembro de 201723/11/2017
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Ensolarado
10º
13º
24º
Redentora - RS
Erro ao processar!
Banner 1
MUNDO
Coreia do Norte anuncia teste nuclear 'bem-sucedido' com bomba de hidrogênio
Teste provocou tremor de magnitude 6,3 no país e ocorreu poucas horas após o governo de Pyongyang inspecionar bomba que pode ser carregada em míssil.
Gilmar Machado Redentora - RS
Postada em 03/09/2017 ás 10h10
Coreia do Norte anuncia teste nuclear 'bem-sucedido' com bomba de hidrogênio

Foto: KCNA via REUTERS


O governo da Coreia do Norte anunciou na madrugada deste domingo (3) que realizou um teste 'bem-sucedido' com uma bomba de hidrogênio que pode ser carregada no novo míssil balístico intercontinental do país. O teste nuclear provocou um tremor de magnitude 6,3 no território norte-coreano.




Estados Unidos, China, Rússia, Japão, Coreia do Sul, França, Otan e União Europeia condenaram o teste. Eles repudiaram a nova violação das múltiplas resoluções da ONU e exigiram o fim dos programas nuclear e balístico da Coreia do Norte.




Segundo a agência Reuters, este é o sexto teste atômico feito por Pyongyang nos últimos 11 anos. 





No anúncio feito pela TV estatal, o governo de Kim Jong-un disse que o teste foi um 'sucesso perfeito' e representa um passo 'significativo' para completar o programa de armas nucleares do país.




A confirmação do teste aconteceu horas depois de um tremor de magnitude 6,3 ser detectado pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) no noroeste da Coreia do Norte, em uma região usada para testes militares. 





Governo japonês 





Antes do anúncio oficial do governo de Pyongyang, o Japão havia confirmado o teste nuclear do país vizinho.




"Depois de examinar os dados, concluímos que era um teste nuclear", disse o ministro das Relações Exteriores japonês, Taro Kono, em uma entrevista divulgada pela emissora pública NHK após uma reunião do Conselho Nacional de Segurança do Japão.




O Ministério da Defesa do Japão disse que havia despachado pelo menos três jatos militares de bases no Japão para testar a radiação.









Bomba nuclear



 




O teste ocorreu poucas horas após o governo de Kim Jong-un anunciar a inspeção da bomba de hidrogênio para míssil.




O governo da Coreia do Norte disse que todos os componentes da bomba foram fabricados no país permitindo construir quantas bombas nucleares quiser.




Segundo o líder Kim Jong-un, a bomba de hidrogênio que será carregada em um novo míssil capaz de alcançar altitudes elevadas. 





Reações 





A China condenou 'energicamente' o novo teste nuclear realizado neste domingo pela Coreia do Norte, segundo um comunicado do Ministério de Assuntos Exteriores do país. De acordo com a agência Reuters, o país também iniciou um monitoramento das condições radioativas na região.




O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, disse que Seul "nunca permitirá que a Coreia do Norte continue avançando com suas tecnologias nucleares e de mísseis" em uma reunião urgente do Conselho Nacional de Segurança realizada após o novo teste de armamento realizado com uma bomba H, segundo a agência local Yonhap.




Moon também pediu que sejam impostas sanções "mais graves possíveis" por parte do Conselho de Segurança Organização das Nações Unidas (ONU) para aumentar o isolamento do regime liderado por Kim Jong-un.




O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que o novo teste nuclear foi "uma ameaça de segurança séria e imediata" que "aumenta ainda mais o perigo do regime" e "compromete seriamente a paz e a segurança no país".




O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, reprovou "energicamente" neste domingo o novo teste nuclear e pediu a Pyongyang para pôr fim ao seu programa atômico.




"Reprovo energicamente que a Coreia do Norte tenha feito hoje um sexto teste nuclear. Trata-se de outra flagrante violação de várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", declarou em comunicado o político norueguês.




Stoltenberg destacou a preocupação da Aliança com o padrão "de comportamento desestabilizador (da Coreia do Norte), que representa uma ameaça para a segurança regional e internacional".






FONTE: G1
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
306

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados

contador gratuito

Site desenvolvido pela Lenium