Sexta, 14 de dezembro de 2018
55996230597 -- 55999899863 -- 55997318413
Geral

19/09/2018 ás 15h24

Gilmar Machado

Redentora / RS

Mais de 17 mil armas de fogo são destruídas em Sapucaia do Sul
Armamento foi incinerado em uma siderúrgica
Mais de 17 mil armas de fogo são destruídas em Sapucaia do Sul
Armas de fogo são destruídas em Sapucaia do Sul | Foto: Sandro Buchaim / EB / Divulgação / CP

O Comando da 3ª Região Militar, por intermédio do 3° Batalhão de Suprimento de Nova Santa Rita, realizou no início da manhã desta quinta a destruição de 17.710 armas de fogo, entre longas, curtas, réplicas e simulacros e outras 7.197 armas brancas encaminhadas pelos diversos órgãos de segurança pública. O armamento foi incinerado em uma siderúrgica em Sapucaia do Sul.


 


Descarregado de uma caminhão militar, o armamento foi suspenso com um poderoso eletroímã manobrado por uma ponte rolante, sendo colocado dentro de dois “cestos” e levado para o interior da aciaria, onde foi derretido sob uma temperatura de 1,6 mil graus centígrados em um forno elétrico de 3 mil volts. A operações repetiu-se várias vezes. Antes da destruição, as armas haviam sido inutilizadas pelos militares através de uma prensa hidráulica, sendo queimadas as partes não metálicas.


 


O 3° Batalhão de Suprimento é a única organização militar no Rio Grande do Sul, com a responsabilidade de receber produtos controlados para custódia ou destruição, seguindo um rigoroso protocolo para recebimento e armazenamento do armamento, incluindo a sua inutilização por meio de uma prensa mecânica e a fundição do metal em siderúrgica.

FONTE: Correio do Povo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium